Paraná, | Visitantes: 4328435 | Visitantes On-line: 27 | Home | Contato
NOTÍCIAS | ESPAÇO CULTURAL | TV SINJUTRA | CARREIRA | CONVÊNIOS | PERMUTAS | LUTAFENAJUFE | CONTAS | FÓRUM | FOTOS | CARTILHA DA GREVE
   
 
 

"Sinjutra Pratica Responsabilidade Social e Sustentabilidade"
 

   
» 2008 - 08 - 16

 

O Sinjutra deu início, neste final de semana (16/08), às discussões sobre Plano de Carreira e Unificação Sindical em encontro ocorrido em Paranaguá. Servidores de Curitiba, Paranaguá, Cascavel, Toledo, Londrina e Maringá participaram do evento.

A convite do sindicato, participaram como debatedores Cláudio Antônio Klein (Coordenador Geral da Fenajufe e do Sintrajud/SP), que discutiu a questão da Unificação Sindical e Demerson Dias (Ex-Coordenador da Fenajufe e atual Coordenador Geral do Sintrajud/SP), que abordou o Plano de Carreira.

Ao expor sobre unificação sindical, Klein argumentou que a categoria é única (Federal, Trabalho e Eleitoral), inclusive com os mesmos problemas e, unir-se traria benefícios à categoria como um todo, principalmente ao ampliar o tamanho e a força do sindicato. “Com um sindicato unificado há maior capacidade para se contrapor às pressões sofridas pelos servidores”, destacou.  

 

Na exposição sobre Plano de Carreira, Démerson Dias, estudioso do assunto, defendeu que discutir sobre Plano de Carreira é muito mais que discutir salário, que a discussão passa também pela consciência de qual tipo de Estado queremos, se um Estado voltado aos interesses e controle gerencial, ou um Estado voltado ao compromisso com o serviço público e na busca em atingir os compromissos com o social e com a cidadania. 

Demerson apontou que um Plano Ideal deve contemplar, entre outras questões, os seguintes assuntos: jornada de seis horas; ascensão funcional; desvios de função; organização dos segmentos Oficiais de Justiça e Agentes de Segurança; Problemas de atribuição e ou isonomia dos Técnicos e Analistas e o tratamento e privatividade das funções comissionadas.

Na opinião de Luciano Henrique da Silva, servidor do setor de distribuição de Cascavel, a forma como foram conduzidas as discussões procurou tratar todos os servidores com igualdade, respeito, consideração e humanidade.

Para Maria Tomaz, servidora da 4ª Vara de Londrina, o encontro foi muito positivo, pois além de discutir um assunto de bastante relevância para os servidores da Justiça do Trabalho, a elaboração do novo PCS, também foi abordada a questão da Unificação Sindical. “Num momento de luta pelo Plano de Carreira, a Unificação pode fortalecer, ainda mais, toda a classe de servidores, da Justiça do Trabalho, da Eleitoral e da Federal”, disse.

Maria Tomaz acredita que a elaboraçao e implantação do novo PCS pode significar a democratização da carreira do Judiciário Federal. Ela também aponta para a importância em se elaborar um plano até o final do ano, visto ser inaceitável a proposta do governo para vinculação do aumento da folha em somente 3% ao ano.

Para Newton Rafael Marques, servidor da 6ª Vara de Londrina, a discussão sobre Plano de Carreira prevê alguns pontos polêmicos e argumenta que os assuntos devem ser abordados de forma mais profunda e com um tempo maior para discussões, debates e formação de opin

» Álbum de fotos
 
   
 
Buscar
 
 
E-Mail:
Senha:
Lembrar Senha
 
 
 
 
E-mail:
Envie sua carta...
 
TV Sinjutra
Responsabilidade Social